fbpx

FAST CONTENT X SLOW CONTENT: ENTENDA O QUE É E QUAL A DIFERENÇA

Conheça a importância e a diferença entre o conteúdo lento e o conteúdo rápido.

O psicólogo ganhador do prêmio Nobel Daniel Kahneman está se tornando uma figura importante para os interessados ​​em marketing cognitivo. Como cofundador da teoria do nudge, os insights de Kahneman sobre o comportamento do usuário e o cérebro são extremamente influentes em como os profissionais de marketing pensam sobre seu público. Uma de suas teorias mais importantes é ‘pensar rápido e devagar’ – uma teoria básica para conteúdo rápido e lento que vamos descobrir mais a seguir, neste artigo.

ENTENDENDO O CÉREBRO: A teoria afirma que existem duas maneiras principais de o cérebro funcionar em relação aos conteúdos vistos na internet:

  • O Sistema 1 opera de forma automática e rápida, com pouco ou nenhum esforço e nenhum senso de controle voluntário.

 

  • O Sistema 2 entrega o foco às atividades mentais que exigem mais atenção, incluindo cálculos complexos. As operações do Sistema 2 são frequentemente associadas à experiência subjetiva de escolha e concentração.

 

APLICANDO A TEORIA PARA CRIAR CONTEÚDO: Mas o que isso significa para os criadores de conteúdo? Descobrir esses dois sistemas em mente pode ajudar a planejar seu desenvolvimento por conta do alto volume de conteúdo disponível na internet – há 70 milhões de postagens de blog apenas no WordPress todos os meses, e isso representa apenas 27 por cento de todas as postagens.

QUAL VOCÊ DEVE ESCOLHER: Idealmente, você deseja estimular o sistema de pensamento mais lento do leitor, pois este exige mais concentração e mais engajamento. O pensamento mais rápido pode levar o público a escolher artigos clickbait, mas isso pode resultar em altas taxas de rejeição e baixos tempos de leitura. A resposta pode ser apelar para os dois sistemas, já que ambos funcionam juntos.

CONTEÚDO SLOW É O IDEAL: Embora o slow content possa parecer a nova tática para os profissionais de marketing, há muitas opções em aberto para fazer as duas coisas. Isso pode significar que o fast content, ao criar impulso nas mídias sociais, pode ser a melhor tática, enquanto o conteúdo lento para liderança inovadora pode garantir uma maior imersão para os leitores.

ENTENDENDO A DIFERENÇA ENTRE OS DOIS: Enquanto o slow content é indicado para jornadas mais longas, que demandam mais explicações, os conteúdos no estilo fast content fazem o dever de casa em poucos segundos, gerando atração instantânea. É importante lembrar que ambos são realmente importantes para o marketing digital, uma vez que produtos e segmentos diferentes podem exigir necessidades diferentes.

Se quiser saber mais sobre slow content ou fast content, não deixe de seguir nossos perfis nas redes sociais e ficar por dentro de todos os nossos conteúdos.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Call Now Button